Para você se lembrar de viver (e ser feliz)

Por Camila Heloíse

É preciso coragem e leveza para se viver bem, aceitando que pode ser que metade dos seus sonhos não se realize. E tudo bem. Não é por isso que a vida será infeliz ou menos interessante. É possível viver de várias outras maneiras, além daquela que você classificou como “a ideal” e ainda assim se sentir completo e realizado.

A frustração de hoje talvez seja o seu coração com dificuldades de aceitar que nem tudo o que se quer pode se ter, e que não basta aquilo parecer perfeito para você, o Universo é quem vai ditar as regras de vez em quando. Talvez, essa angústia, esse aperto, essa sensação de inadequação, seja sua mente com dificuldade de entender que não existem pessoas perfeitas ou momentos eternos. Tudo nasce e morre, não existe uma curva no meio dessa estrada que mude esse fato. Talvez, essa dor quase insuportável, seja sua resistência em ver as coisas como realmente são.

Quando uma pessoa faz uma cirurgia nos olhos, dói muito abrir eles novamente. A luz parece cegar e o desconforto é inevitável. Mas depois dessa dor, vem a satisfação de voltar a ver o mundo. Assim é para todas as coisas em nossa vida. Treinando os nossos olhos, aos poucos vamos transformando a dor em prazer outra vez.  

É preciso disciplina e insistência para continuar na estrada em que escolhemos, mesmo que ela pareça estranha, errada e ruim aos olhos dos outros. Lembre-se de viver com aquilo que te faz bem, de permanecer nas escolhas que fazem o seu coração vibrar e manter-se firme aí. O tempo todo estamos recebendo influências que nos enlouquecem, nos perturbam e fazem com que a gente esqueça por que estamos aqui. Isso não deve ser o suficiente para fazer com que você desista de ser quem é, por nada nesse mundo, ok?

É preciso ser simples, e descobrir a melhor maneira de viver em paz morando no próprio corpo, vivendo a vida que realmente se tem com amor. Sempre ele, o AMOR.

É preciso seguir, sem pensar nas pegadas que se deixa ou no horizonte que te aguarda. Mas, pensar no exato instante em que seus pés tocam o chão, e sem nunca se esquecer de quem está ao seu lado neste exato momento.

Não importa mais o ontem, agradeça apenas o fato de ele ter te construído. Não importa o amanhã. Importa o AGORA. Vamos viver em paz.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s